5 de mai de 2009

Progressão continuada - Parte I

Progressão continuada nada mais é do que uma fábrica onde a produção é de ignorantes semi analfabetos que logo estarão no mercado de trabalho. A coisa é complicada e o círculo vicioso, pois, se pensarmos no Estado de São Paulo, onde a progressão é pioneira talvez a única no Brasil, e onde há a maior necessidade de mão de obra, ocorre uma enxurrada de "profissionais" com essa formação. Como professora agora posso afirmar que a situação interna, aquela que o governo finge que não sabe,é simplesmente periclitante. Os alunos não tem o mínimo respeito pelo professor e este, talvez desanimado ou por incompatibilidade da função não reage, assiste a tudo mudo, inerte, sem reação e quando esta aparece, vem com violência, brutalidade, uma agressão desnecessária da qual o aluno também não tem obrigação de aguentar. Então nas escolas públicas fica desta forma: os alunos fingem que aprendem, os professores fingem que ensinam e esses mesmos alunos vão prestar um vestibular ridículo por que na realidade o que as instituições querem é dinheiro pra se manterem e cumprir a folha de pagamentos dos muitos funcionários e professores. Me dando como exemplo, fiquei sem estudar por mais de 10 anos e mesmo sem pegar num livro sequer passei em 10° lugar.

Nenhum comentário: